top of page

É POSSÍVEL QUEBRAR PAREDES PARA REFORMAR UM IMÓVEL?


Reformar um imóvel é sempre um desafio, mas o resultado é recompensador. Na maioria das vezes, construções mais antigas geram desejo em seus proprietários de uma mudança para atualizar e modernizar seu design.

Os principais desejos por parte de quem busca melhorias em seu imóvel é tornar ambientes mais espaçosos, iluminados e arejados. E é justamente buscando esse tipo de mudança que surge a necessidade de quebrar alguma parede ou até mexer em espaços estruturais do imóvel.

Esse tipo de decisão pode ser realizado de forma muito simples sem trazer dores de cabeças futuras, no entanto, quando não é bem planejado pode oferecer consequências e até riscos à segurança dos moradores.

O primeiro passo é contar com o auxílio de um profissional que possa orientar sobre a melhor maneira de realizar essa obra, afinal, algumas paredes não são permitidas de serem retiradas ou refeitas, pois tratam-se do sustento daquele imóvel.

Para concluir essa tarefa, são recomendados alguns passos que farão a diferença no resultado:

Avaliar a parede a ser quebrada

Mais do que quebrar uma parede, é importante entender o motivo para isso. Escolha a melhor parede para remover, para que todo o trabalho seja funcional e traga o resultado esperado, seja de amplitude, ventilação, iluminação, etc.

Atenção antes de derrubar a parede

Aqui é uma das partes mais importantes desta decisão. Algumas paredes são apenas divisórias, enquanto outras são de sustentação, não sendo permitido quebrá-las.

A grande diferença entre elas é que as paredes internas servem para vedar os ambientes e não suportam muito peso, pois são feitas por blocos de cimento, tijolos cerâmicos ou painéis pré-moldados, mais facilmente removíveis, enquanto as paredes estruturais são fundamentais para sustentar o imóvel, elas são compostas por blocos de concreto. Por isso, é necessário consultar a planta do local antes de começar a fazer essa reforma.

Regras para esse tipo de reforma

Não basta definir a parede a ser quebrada. É importante ter um profissional que acompanhe essa obra, seja ele um engenheiro ou arquiteto. Quando as regras de reforma de uma obra não são seguidas, há o risco de provocar danos sérios à estrutura da construção, o profissional é quem se responsabiliza pela permissão da obra acontecer.

Em caso de apartamentos, é importante comunicar o síndico que ela será realizada e verificar as regras em relação ao horário de obra permitido.

Toda obra precisa de uma Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) ou Registro de Responsabilidade Técnica (RRT), assinados pelo profissional responsável pelo acompanhamento da obra do apartamento.


Por isso, se esse é seu desejo, coloque em prática! Toda reforma renova o ambiente, e, quando bem planejada, traz inúmeros benefícios!

bottom of page