Blog

Como já vimos em outros posts aqui no blog, comprar um imóvel na planta é uma alternativa muito vantajosa para quem deseja conquistar a primeira casa própria, ou até para quem busca uma maneira de investir dinheiro.

No entanto, diferente de um imóvel comprado de outro proprietário, a casa na planta requer alguns passos diferentes, dentre eles está a vistoria que exige do comprador bastante atenção. Esse é um procedimento muito importante e que merece todo cuidado e atenção, pois somente depois de assinada a vistoria, o proprietário recebe as chaves do imóvel.

A vistoria é o momento em que o comprador verifica pela primeira vez o imóvel pronto. É preciso analisar todos os detalhes estruturais e de acabamentos, visando comprovar se ele está em condições de uso.

Portanto, essa é uma etapa fundamental para evitar surpresas desagradáveis e garantir que tudo está de acordo com o acertado em contrato. Após assinada a vistoria, o documento é válido como aceitação de tudo que foi entregue, por esse motivo é recomendado que a vistoria seja feita com muito cuidado e atenção.

O que fazer no dia da vistoria?

A primeira dica é que a vistoria seja feita num dia tranquilo e com tempo suficiente para análise de todos os itens do imóvel.

Apesar de ser um momento especial, onde o proprietário está vendo o imóvel pronto pela primeira vez, é a hora de deixar a ansiedade de lado e se atentar aos detalhes de maneira rigorosa.

Além disso, procure ser pontual. Essa etapa costuma ter um horário limite para cada morador. Então, qualquer atraso pode prejudicar sua vistoria e fazer com que ela seja mais rápida e com menos tempo para as análises.

Não existe nenhuma regra para realizar a vistoria, mas é importante levar uma lista de tudo o que está especificado no memorial descritivo para, em seguida, fazer a checagem, item a item, com bastante atenção. O memorial descritivo é um documento obrigatório para todas as obras, que deve conter todas as informações sobre uma construção e disponibilizado para os compradores.

Ou seja, na hora de formular essa lista tenha em mãos esse memorial e siga tudo que contém nele, facilitando as dúvidas que possam surgir durante a verificação do imóvel.

Outra informação importante sobre a vistoria é que um representante da empresa responsável pela obra ou corretor estará presente no dia, para conduzir o processo e responder a qualquer questionamento e anotar qualquer reparo que precise ser realizado.

Quais os principais pontos devem ser conferidos na vistoria?

A vistoria é feita em um cômodo por vez, enquanto o representante explica os detalhes técnicos. Os principais itens aos quais você deve se atentar são:

  • Pintura do imóvel

Um elemento básico que deve ser analisado é a pintura. Observe com atenção as paredes, tetos, portas, a fim de detectar defeitos no reboco, na pintura ou em qualquer outro tipo de acabamento. Observe se as superfícies estão lisas e sem qualquer volume ou defeito indesejado.

  • Pisos, azulejos e rejuntes

Observe bem o piso e azulejos nos detalhes. Verifique possíveis trincas, arranhões, manchas, falhas ou qualquer outro defeito. Qualquer item fora do desejado e que seja previsto no memorial descritivo, é importante que seja apontado no documento de vistoria. Confira ainda o nível da massa corrida, o estado dos rejuntes e o nivelamento das soleiras e dos acabamentos entre um piso e outro.

É importante verificar o caimento da água, se o nivelamento foi feito direcionando a queda de água até os ralos.

  • Portas e batentes

Verifique as condições de todas as portas, batentes e fechaduras. Além das condições básicas, precisam estar em condições de uso das trancas para segurança de todos.

  • Janelas

Abra todas as janelas e teste os fechos. Preste atenção ao máximo de detalhes possíveis e verifique também as entradas de luz e circulação de ar.

  • Tomadas e interruptores

Pode parecer uma tarefa cansativa, mas não deixe de testar todas as tomadas e interruptores do imóvel. Além de estarem funcionando corretamente, verifique se estão em bom estado.

  • Pias e torneiras

Não deixe de conferir o funcionamento das torneiras e descarga. O bom funcionamento desses itens é fundamental para a vistoria estar completa. Deixe a água correr por um tempo e preste atenção em como ela flui pelo encanamento, se não está entupido e funcionando corretamente.

Não pense que nada é exagero. É melhor pecar pelo excesso do que pela falta neste momento, se possível, registre tudo com fotos, anote todos os itens que devem ser revisados e só assine a vistoria caso esteja tudo dentro do previsto.

Caso algum ajuste seja necessário, pode ser resolvido na hora mesmo, ou se precisar de algo maior, o proprietário realiza uma nova vistoria para então confirmar o aceite do imóvel.

Após assinado o Termo de Vistoria, o local é fechado até que o proprietário receba de fato as chaves.

Deixe uma resposta