Blog

A procura por loteamento tem crescido cada vez mais. Muitas pessoas buscam por essa opção justamente por ser uma forma mais econômica de ter sua casa, além da possibilidade de construir exatamente como deseja, atendendo às necessidades da família.

E no universo da construção, as possibilidades são infinitas, entre elas, as formas sustentáveis e econômicas de construir vem ganhando cada vez mais espaço.

Diante da realidade da bioconstrução, que nada mais é do que uma construção sustentável, cada dia mais surgem novas técnicas e materiais para a criação de projetos que somam beleza e custo com cuidados ao meio ambiente.

Mas afinal, o que é uma casa sustentável?

Trata-se de uma construção com materiais sustentáveis que tem como objetivo promover uma relação mais saudável com o meio ambiente e garantir o bem-estar dos moradores.

Esse é um assunto tão importante e sério que, para uma casa ser considerada 100% sustentável, ela deve atender várias exigências técnicas para receber esse título.

Existe, inclusive, certificações para esse tipo de projeto, como a AQUA-HQE e o selo ouro do Green Bulding Council.

No entanto, é possível construir uma casa que seja o mais sustentável possível dentro da realidade que se tem.

Alguns itens podem tornar seu projeto uma referência em sustentabilidade e que podem agregar valor ao imóvel, além de diminuir custos a longo prazo para sua família. Confira o que você pode fazer para isso:

  • Localização

Ter em mente a localização da sua construção e optar por um terreno apropriado já pode ser o primeiro passo para uma casa sustentável.

Você pode optar por áreas longe de preservação ambiental para evitar qualquer impacto negativo.

Uma casa próxima de locais com fácil acesso aos pontos principais de sua rotina também é uma forma de oferecer hábitos benéficos ao meio ambiente, como por exemplo realizar algumas atividades a pé ou de bicicleta, diminuindo o uso de carro e a emissão de poluentes para a atmosfera.

  • Sistemas elétricos e hidráulicos

Nesse quesito vale pensar tanto na sustentabilidade quanto na economia futura. Pensar num projeto com alternativas para geração de energia e captação de água para reserva são escolhas bastante positivas.

Você pode investir em painéis solares que vão gerar redução de gastos na conta de energia, além de janelas grandes que deixem entrar mais luz e ventilação para o ambiente.

Você pode usar também brises e toldos, que são indicados para impedir a entrada da luz solar em determinados momentos e permitir o conforto térmico da casa sustentável.

Outra forma de garantir o controle da temperatura está na escolha dos telhados verdes.

Já para economia de água, indica-se o uso de cisternas, que são reservatórios que servem para captar e armazenar água da chuva.

  • Escolha de materiais sustentáveis

Na hora de escolher alguns itens da casa você pode optar por alguns que ofereçam mais sustentabilidade ao imóvel como: descarga econômica, torneiras com arejador ou automáticas, aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos com o selo Proce, indicando melhor eficiência energética, e lâmpadas de led.

Na escolha dos materiais da construção você pode optar por alguns que evitam desperdícios como o tijolo ecológico, que é feito com cimento, água e terra e, ao contrário de outros tipos de cimento, dispensa o cozimento em forno. Dessa forma, não há o consumo de madeira e nem a emissão de gases poluentes, além de reduzir o consumo de concreto, argamassa e aço, diminuindo a geração de entulho.

Também é comum encontrar projetos de casas sustentáveis no Brasil que levam outros materiais construtivos, como o barro e a madeira.

  • Decoração sustentável

A decoração da casa também faz parte da construção e pode ser muito mais sustentável do que se imagina.

Você pode, por exemplo, usar tinta mineral ecológica, que é capaz de deixar as casas mais bonitas com baixo custo e muito mais sustentável. Esse material é feito com minérios da terra e têm tonalidades bem interessantes, você vai amar!

O avanço na tecnologia permitiu que os revestimentos evoluíssem para materiais mais sustentáveis, como a madeira de demolição e revestimentos à base de resina.

Outra opção para casa sustentável é o ladrilho hidráulico, que é ecológico porque não emite gases com a queima em fornos. Podemos destacar também o ecogranito.

Para finalizar, as pastilhas de garrafa pet também são uma opção de material sustentável, já que são produzidas com materiais recicláveis e garrafas pet. Elas podem ser usadas tanto em paredes como no piso.

Por fim, optar por escolhas sustentáveis é uma escolha cheia de benefícios, como melhor custo, durabilidade, conforto acústico e térmico, beleza arquitetônica, versatilidade e sustentabilidade! O meio ambiente e seu bolso agradecem.

Agora é só usar o bom gosto e criatividade para projetar e construir a casa dos sonhos toda trabalhada no conceito ecológico!

Deixe uma resposta